Tuesday, March 22, 2016

Exercitando a paciência

Você acha que a parte mais difícil da vida de um escritor é escrever o livro? Todo aquele tempo que passamos pesquisando, dormindo tarde, com todos aqueles diálogos girando na cabeça... Todo o tempo que passamos quebrando a cabeça para encaixar cada detalhe, para tudo fazer sentido... Escolher nomes de personagens, onde a história será ambientada, pesquisar o lugar se não o conhece... Se for em outra época, saber sobre vestuário, modos de falar, qual tecnologia existia naquele tempo... Ai! Cada detalhe faz diferença.
E depois vem a revisão. E a maioria dos escritores vai concordar que essa é a parte mais chata de todo trabalho. Mas uma das mais importantes, certo?
E aí, quando você vence no primeiro nível, o segundo. Vem o terceiro. Escritor X Editora. Porque até que você encontre uma que será sua parceira e lutará pelo seu livro junto com você, parece uma guerra. É como encontrar o par perfeito. Você vai sofrer muito com todos os caras idiotas, sem coração, insensíveis, que não fazem ideia do que é amor e romance, até achar aquele que faz valer a pena. Porém, a verdade é que assim como no romance talvez ele não apareça.
Esperar a resposta das editoras é um tormento. Algumas até cumprem o prazo que estipulam. Mas você espera seis meses para receber uma cartinha elogiando seu texto, mas não há espaço na grade, nos próximos dois anos  e desejando sorte. Sorte é o que você vai precisar. E se você acredita em Deus, comece a orar!
E tem aquelas digníssimas que falando em um linguagem comum, deixam você no vácuo. Nem sequer se dão o trabalho de dizer que recusaram. A não ser que você esteja disposto a pagar pela publicação... Aí tudo muda. Em alguns dias você terá a resposta. E pode ser que ela não seja tão agradável, mesmo que seja dizendo que há interesse na publicação do seu livro. Estou falando do preço cobrado.
É talvez essa espera que faz com que alguns de fato prefiram a auto-publicação. Em alguns dias terá a resposta, pagará e terá seu livro publicado. Agora com o advento dos ebooks, há outra alternativa. Geralmente, você nem precisa pagar nada. Basta se cadastrar e fazer o upload do seu arquivo. É uma alternativa que requer coragem, como aqueles que decidem seguir na vida sozinhos, por algumas decepções, ou optam por uma produção independente, pois o tempo está passando e algum dia pode ser tarde.
Para os que vão esperar, será um exercício de paciência. Ao final, sua paciência será capaz de erguer uma série de cinquenta cada.

Soraya Freire é escritora, gestora ambiental e está exercitando a paciência. 

Páginas