Monday, March 30, 2015

Carta para mim mesma, no futuro


Olá, pessoal! Muito tempo que não publico aqui, Muita coisa para fazer. Faculdade, trabalho, estou escrevendo um livro e tentando publicar outro, É uma loucura!
Mas parei para compartilhar uma experiência. Bom, não sei se vocês lembram, mas em 2011, a Boticário fez esse comercial:

Então decidir escrever uma carta para mim mesma, no futuro. Quatro anos depois, para ser exata. Aqui está o scan da carta: (Clique em cima para ver maior)


Abri no dia 27, exatamente quatro anos depois e ri. A maioria das perguntas é fora de cogitação de se realizar em quatro anose algumas, devo confessar, fúteis. Mas foi legal a experiência. Agora pretendo escrever outra, para daqui a dez anos(2025),
Respondendo:

Querida Soraia de 2011, eu me tornei uma escritora publicada, mas não best-seller. Não fiquei famosa, nem conheci as pessoas das quais sou fã. Não ganhei prêmios. Não casei, nem tive filhos. Ainda gosto dos mesmos cantores, de outros novos. Mantenho a vida cristã, sempre tentando renovar minha fé. Não terminei de ler a Bíblia, mas estou tentando. Ainda não cheguei a meta de 1000 livros lidos, aliás estou meio desanimada para ler. Ainda gosto de novelas, mas assisto a poucas agora. Aprendi a perdoar e isso é muito bom! Ainda sou ansisosa e insegura em muitos aspectos, mas estou melhorando. Me acho mais bonita hoje, do que há quatro anos, mas não todos os dias. Não conheci Los Angeles, New York, Espanha,,, porém me apaixonei por Luís Eduardo Magalhães, no oeste da Bahia. Ainda sou fã de iCarly. Não terminei “Deu a louca na Nickisney”, mas escrevi uma fanfic de Harry Potter, com mais de mil páginas, Ainda não aprendi a dirigir, nem fiz nenhum curso de idiomas. Não fiz participação como atriz nem tive minhas músicas gravadas. Sinto-me amada. Talvez não pelas pessoas, mas totalmente, por meu Pai Celeste e meu Irmão Salvador. Não dancei a valsa com Beauty and the Beast. Agradeço a todos, por cada pequena coisa em que me ajudam. Sinto pouca dor de cabeça. Errei muito, me arrependi, chorei rios, mas sorrio mais, com certeza. Não continuo ligada às mesmas pessoas, mas muitas são especiais até hoje. Sim, definitivamente, sou feliz.
Não realizei a maioria das coisas que preguntei e percebo que algumas não são mais tão importantes. Não importo mais com a quantidade de seguidores no Twitter, nem as curtidas da minha página no Facebook, mas sou grata por cada nova pessoa que me segue e curte, Sou mais grata pela vida, pelos sonhos, por tudo que Deus me deu. Estou aprendendo a ter paciência e acreditar que no tempo certo, todos os meus sonhos serão realizados. Estou estudando e trabalhando para isso. Aprendi a ser menos rígida comigo mesma e com as outras pessoas também. É difícil, mas isso torna a vida mais leve. Ás vezes, me desespero, mas volto rapidamente ao eixo, pois tenho esperança em dias melhores,
“Porque sou eu que conheço os planos que tenho para vocês, diz o Senhor, planos de fazê-los prosperar e não de lhes causar danos, planos de dar-lhes esperança e um futuro”(Jeremias 29:11)



 

Páginas